Importância do apoio psicoterapêutico para disfunção sexual no envelhecimento

A função sexual humana é multidimensional. Numa dimensão psicológica, envolve autoestima, confiança e respeito pela parceria. Na social, tabus, conhecimento e atitudes relativos à sexualidade, religiosidade e valores. Na dimensão relacional, a disponibilidade da parceria e a qualidade do relacionamento são mais importantes. Por essa complexidade de fatores de risco, homens e mulheres idosos necessitam de apoio multidisciplinar, inclusive atenção psicológica para preservar a satisfação sexual. Como os aspectos psicológicos e relacionais são preponderantes no desencadeamento das disfunções sexuais, a terapêutica deve atuar nas dimensões psicossociais da mulher, do homem e do casal. O conceito de reabilitação sexual torna-se mais apropriado do que tratamento sexual, quando morbidades físicas e psicológicas crônicas interferem na função sexual, condição bastante comum no envelhecimento. A psicoterapia e as intervenções psicoeducativas desempenham papel importante nesses casos e têm apresentado bons resultados. Intervenções focadas em habilidades comunicacionais e exercícios de sensibilização corporal são também alternativas de tratamento. O maior desafio para o futuro será a capacitação do profissional de saúde para abordar confortavelmente os temas sexualidade e envelhecimento.

Fleury, Heloisa Junqueira; Abdo, Carmita Helena Najjar.

Diagn. tratamento; 18(4)dez. 2013.

Categorias: artigos.

Translation Priorities: Opcional.